sábado, fevereiro 07, 2009

muito quase, muito talvez, assim não funciona. quando acordei estava suando, verão e pesadelos, uma péssima combinação. mas o que você não sabe é que eu seria completamente capaz de te amar.

2 comentários:

mariasamara disse...

odeio o "quase" quase tanto quanto odeio o "talvez".

Liliane P. disse...

a questão é: seria capaz, também, de desamar?