terça-feira, setembro 23, 2008

das metáforas

não há dúvida: nossas vidas são regadas a metáforas. desde aquela do novelo de lã, aplicada por deleuze para explicar o dispositivo com base na obra de foucault, até à que compara pessoas que falam demais e nada fazem a um biscoito de polvilho [aquele que faz muito barulho mas não mata a fome].

metáforas sempre me ajudaram e me afligiram, um paradoxo que me apreende. não é para menos: quando alguém vira pra você e coloca uma metáfora que é pergunta, a coisa tende a martelar sua cabeça por dias, quiçá pela vida toda. e se eu for uma frigideira?

vocês conhecem o ditado, toda panela tem a sua tampa. mas e a frigideira? pobre dela. sozinha, sem complemento, isolada na eterna exposição de seu vazio.

então, quando surge essa metáfora para o que não tem par, para aquele que não tem a sorte [será sorte?] do design que combina, é algo como que um tapa com luva de pelica. é como o flicts de ziraldo, é como a personagem de a dona da história [não é muita coincidência o homem da minha vida aparecer justamente na minha vida?].

e, por fim, é o livro da jornalista fernanda pinho:



serei a paula* que faltará ao lançamento, que coincidentemente será realizado no dia do aniversário da autora.

mas, cá de longe, desejo toda a sorte para a ferdi, amiga querida. e deixo o registro: você é uma tampa, fernanda, definitivamente uma tampa.

.
.
.

lançamento do livro e se eu for uma frigideira?,
de fernanda pinho
data: 25 de setembro, quinta-feira
horário: a partir das 19h
local: balaio de gato [rua piauí, 1052, funcionários, belo horizonte]
mais informações: 31 8431 7240


*ferdi tem muitas[os] paulas[os] em seu mundo.

2 comentários:

Ferdi disse...

Ah, lindeza! Queria fazer uma metáfora incrível agora para mostrar o tanto que gostei do post. Mas nunca penso em metáforas oportunas. Sei que vai ser triste você não poder estar aqui amanhã. Logo a minha Paula com talento para academia!
Olha, essa frase de A Dona da História martela na minha cabeça até hoje. É coincidência demais. O mundo tem 7 bilhões de pessoas, afinal!
Ai, que desespero!
Beijos!!!!!!

mariasamara disse...

Não é?

Mas hj não precisa de metáforas, só da pura realidade da beleza de pessoa que é a Ferdi.