quinta-feira, julho 31, 2008

Só por hoje, eu vou me permitir sentir que não falta nada, que tudo o que eu preciso e quero está bem aqui, em mim, e não vou temer que amanhã tudo isso se perca, sucumba, feneça, suma, porque só por hoje eu vou entender que ao temer, já fiz o que existe hoje se perder.
[ticcia; texto completo aqui]

uma certeza muda me inunda.
[pisque se a resposta for se].

Um comentário:

Liliane P. disse...

queria desapegar. me permito, mas quem diz que consigo?