sexta-feira, agosto 18, 2006

Te vi, te vejo, te recorto e te insiro na minha realidade ilusória. Às vezes acho que nossa história já começou e já acabou, e eu simplesmente não vi (atravessar o corredor nunca mais será a mesma coisa).

Mas o certo é que você ainda é o único que pode ficar com todas as balas de goma vermelhas. E cá comigo, trago uma grande certeza: você é um para sempre.

4 comentários:

Raul disse...

Oi Paulinha, posso ser seu "para sempre"?

Ferdi disse...

É, p/ abrir mão das balas de goma vermelhas tem que gostar muito mesmo.
Beijos, Paulinha!

Sam disse...

Concordo, balas vermelhas só para os vips, mas o "Pra sempre", nem sempre é eterno. Fica a lembrança, vai-se a angustia!

Memórias de Clementine disse...

"Mas o certo é que você ainda é o único que pode ficar com todas as balas de goma vermelhas"
AMEI ISSO!!!