quinta-feira, agosto 24, 2006

Amor vem de amor. Digo. Em Diadorim, penso também - mas Diadorim é minha neblina.

João Guimarães Rosa

2 comentários:

Alves disse...

Genial, né. Grande Sertão é, pra mim, a maior obra da literatura brasileira. Ave Rosa!!
Tem também Noites do Sertão, já leu?

Ferdi disse...

Ah se eu tivesse nascido em Cordisburgo, filha de um Floduardo...