terça-feira, maio 12, 2009

quando ela saiu estava exausto. tomei um banho, coloquei minha pior roupa, meu melhor rosto de cansaço e recebi um telefonema. 'vem', eu disse. ela veio. conversamos e trepamos na mesma cama e nos mesmos lençóis que usei com a outra. uma mistura de cheiros e paradigmas caindo invadiu minhas cores, e então percebi que nunca poderia ser feliz com nenhuma das duas.

2 comentários:

deABREU disse...

gostei disso. gosto dessas coisas meio vagas, cheias de emoções conflitantes.

Ana P. disse...

cê ta ficando à foder hein amiga!!!!