domingo, janeiro 14, 2007

e havia a fuga porque acreditava-se que o certo já tinha sido encontrado, afirmação interna que fatalmente excluía a opção experimentar. cruzava-se degraus e corredores por motivos outros, desconfiadas trajetórias. de um lado sensações de nunca mais despertaram uma busca que viria para mudar tudo, e a reincidência provou que o que existia até então nada era e que a vida podia ser imediatamente doce [não fazia mais sentido adiar o seu começo].

e a constatação é que tudo fica vazio sem você [sentimento oceânico], mesmo que o espaço esteja recheado de risadas e vermelho maçã do amor.

8 comentários:

Raul disse...

Primeiramente eu quero dizer que esse texto ficou muito massa! gostei demais! você escreve bonito pra caramba, menina...

Queria avisar tbm que hoje o Alves vai participar do "Brasil das Gerais", na Rede Minas. Será às 20:00. Assiste tá?

andré disse...

é.... e sem você nem fica! não tem jeito! pra ficar vazio tem que ser alguma coisa!

te amo;
te amo;
te amo;
te amo;
te amo!!!

ps.: te amo!

Ferdi disse...

E olha que o vermelho maçã do amor é o mais bonito de todos!

Booperfly disse...

Ai, xará...cê sabe que eu adoro seus textos, né? Gostei da expressão que vc usou..."sentimento oceânico"!
Meu blog tá de cara nova...depois me diz o que vc achou!
Boa semana pra vc!
Bjos,
~* Paulinha *~

Sam disse...

quando eu encontrar o amor eu vou escrever bonito assim?

Liliane Pelegrini disse...

Juro uma coisa: este está tão lindo que fez até meu estômago doer.

Jennifer disse...

Uau... que pooema mais palpável... adorei.

maricota de jesus disse...

isso eh coisa que se deve cultivar, sempre. o amor. seu e dele. somente de vcs dois.