quinta-feira, setembro 11, 2008

desafios de mulherzinha em uma [já não tão] nova cidade

  • cortar o cabelo
é, desde março eu não cortava meu cabelo. hoje, andando pela rua, resolvi entrar num salão de beleza sobre o qual nada sabia e deixar que uma moça com cara de diretora de colégio estadual manipulasse uma tesoura nas minhas madeixas. ficou razoável, até. ela disse que a minha franja nem estava torta. achei suspeito, já que corto minha franja com uma tesoura daquelas de colégio, sem ponta e que masca até papel.

não cortei curtinho, como de costume. quando cheguei a florianópolis parecia um beatle no início da carreira; antes de cortar estava parecendo um ramone. agora estou no meio do caminho. mas o rock'n'roll foi mantido, babies.

*como havia esquecido o guarda-chuva acabei chegando em casa ensopada, eu e meus cachinhos. mas consegui proteger a mochila \o/

3 comentários:

Felipe Held disse...

Hum, ganhei! Não aparo minhas melenas desde fevereiro, uh!

(ok, e não estou parecendo nem um Beatle e nem um Ramone. Tenho até medo de pensar)

Mas dia desses estava no carro. Na ida, fui me torturando um pouquinho e matando a saudade dos Beatles. Na volta, coloquei o rock doideragem do Ramones. :)

vitrolausada disse...

sobre o meu cabelo:
pode dar super errado o lance das particulas, pode ter um segundo big bang, bomba nuclear, o raio que os parta.

..mas, ele sempre estará la: o topete.

=P

Caroline disse...

Sobre os meus cabelos:
- sempre os quis a moda "crying baby" de janes joplin. Adoro manter o estilo.
Sobre cabeleireiros:
- o difícil é encotrar cabeleireiros que conheçam a janes! Essa tem sido minha maior dificuldade... eles sempre querem dar um corte 'muderno'... e a Janes??? =(