domingo, maio 18, 2008

e um dia inventaram uma maquininha muito astuta e ele virou ela e ela virou ele [sentimentalmente falando]. aí tudo o que ela sentia ele sentia e tudo o que ele sentia ela sentia.

'eu realmente não fazia idéia', disse, tristemente.

mas mesmo assim acabou.

3 comentários:

Ferdi disse...

Eu não lido bem com as maquininhas astutas...

Liliane P. disse...

acho que ninguém nunca faz idéia.

Rogério Fratin disse...

desculpem... mas eu boiei...