domingo, outubro 22, 2006

eu queria muito conseguir ser uma dessas pessoas normais que encontram outras pessoas normais e têm uma vida normal, uma vida que caminha normalmente e na qual até as complicações são normais, afinal, a normalidade reina de forma absoluta, e o mais absurdo é que ninguém acha que há algo de anormal nisso.

(e acabo brindando ao ponto e vírgula).

3 comentários:

Raul disse...

Paulinha, eu te digo: você pode ser a minha "ela". Basta você querer.

...e podemos ter um vida absolutamente normal.

Sam disse...

"mas que anormal eu devo ser..."

Jennifer disse...

Acho que a normalidade consiste em sermos todos anormais...