quinta-feira, setembro 28, 2006

A faculdade está me consumindo. Não tenho mais vida social, não arranjo tempo para passar minhas roupas e minha coluna dói. Não tenho tempo nem para ir a um salão fenomenal que Val descobriu, que promete deixar meus cachos lindos e saudáveis e que se localiza a dois quarteirões da minha casa. Na verdade, não tenho tempo sequer para ligar pra lá. Mando emails pra mim mesma com trabalhos a serem feitos (com o agravante de serem os únicos que me chegam, o que é bem deprimente), fico lendo/ escrevendo até as 3 da manhã, e ainda por cima faço 4 km de esteira/dia, porque quase-ex-gorda já viu, né, pra isso TEM que ter tempo. Estou sem celular, a tecla de espaço do meu teclado está uma merda e não tenho tempo para fazer minhas unhas. Tem tanta coisa acontecendo que acabo não conseguindo estudar tudo o que preciso, e meu francês está sendo deixado de lado, o que é uma lástima. Não consigo terminar de ler "Cybertext" nem a pau e não posso sair à noite durante a semana nem para o lançamento do livro de um amigo querido, afinal, tenho aula. Enfim.

6 comentários:

Raul disse...

Se eu te disser que a minha vida é idêntica à sua você acredita?

(Claro que eu não vou ao salão tratar dos meus cachos lindos, o que me dói são outros fatos, como não ver meu violão há mais de 5 dias, acordar 7:05 e dormir 00:55 todo dia, mas...)

A porta estreita é que é o caminho.

Ferdi disse...

O fato é que você é do tipo intensa. Não do tipo que vai levando. Mas, acredite, todo esforço será compensando (sei lá, isso soou meio bíblico, meio auto-ajuda). Enfim, aquelas verdades clichês...
Beijos!!!

andré disse...

desabafo... é bom
bjs

Anônimo disse...

Outro?... achei interessante a possibilidade de deixar o recado pra alguém que conheço e é bakana e para isso escolher a identidade "outro".. que nada... somos todos outros sempre. nem você é você. morô?(gíria velha pra dificultar que saiba quem sou)... tente ser ao mesmo tempo zen e escorpionina e ganhe de brinde uma esquizofrenia classe "mente brilhante"... não, você não é (apesar de ser, mas se ouvir muito o contrário vai acabar acreditando, o que vai ser uma merda, pois você vai ser sempre mais bakana enquanto for preocupada em aprender mais)... liga o fodas e tchau.

lovely disse...

que texto maravilhoso!
adorei! poxa, verdadeiro auto-retrato da minha atual condição. Não sei mais o q é ir à manicure fazer as unhas. e qdo elas tem tempo eu nao tenho, entao faço as unhas de madrugada... soh qdo realmente preciso q elas estejam feitas... mas bah! nada como ir a manicure... nao pelas fofocas mas pelas unhas bem feitas q so elas sabem fazer, por mais q a gente tente nunca sai igual, diz ai?!

lembra de mim? da época do Intercom.. époa essa mes passado. vou reativar meu blog, afinal tenho um pc em casa agora.

vamos trocando experiencias... academicas, q tal?

bjim,

cicila silveira disse...

neurotica( meu teclado nao tem acentos!!!)